Multipessoal

Qual o seu maior ponto fraco e como responder quando lhe perguntam.


Qual o seu maior ponto fraco e como responder quando lhe perguntam.

Há perguntas feitas nas entrevistas de emprego cujas respostas já estão na ponta da língua. Perguntas que são clássicos e que, por isso, surgem mais cedo ou mais tarde nas conversas. Não há como as falhar, de tão bem treinadas que costumam ser pelos candidatos. Mas depois há as outras, também clássicos, mas mais difíceis de responder e mais temidas, para as quais a resposta é complicada. Como esta: “Qual o seu maior ponto fraco?” Aqui, será preferível usar a tática da sinceridade ou o melhor é não revelar tudo, deixando à imaginação de quem faz a entrevista uma potencial resposta?  

De facto, ninguém quer admitir fraquezas ou fracassos. Ninguém quer pensar muito neles e menos ainda deixar os outros a pensar nisso. Então fica a pergunta: o que devemos responder quando nos questionam sobre este tema? 

Há quem acredite que o melhor é olhar para o lado bom das coisas, até as menos boas, transformando algo negativo em positivo. Como: “a minha maior fraqueza é ser perfeccionista” ou “costumo ter por hábito trabalhar demais”. Até poderia resultar, não fosse o facto de já terem sido repetidas até à exaustão. 

Recusar responder pode também parecer uma boa aposta, mas não é. Dizer que não se lembra de nenhum ponto fraco pode parecer arrogante. Afinal, ninguém é perfeito. Ser demasiado sincero, por outro lado, pode ter consequências menos boas. É que admitir, por exemplo, que tem muita dificuldade em levantar-se de manhã, por mais verdadeiro que seja, pode mesmo custar-lhe o trabalho.

Na hora de responder, o melhor mesmo é ser autêntico, dando conta de algo verdadeiro, mas que não coloque em risco a vaga para a qual se está a candidatar. Seja breve (não entre em detalhes) e prefira também um ponto negativo que seja aceitável para o trabalho em questão e que seja de resolução fácil. Por exemplo: “Fico nervoso quando tenho que falar perante uma multidão”; “Tenho que trabalhar as minhas capacidades de delegação”; “Sou demasiado direto quando tenho que dar feedback aos colegas”; “Tenho dificuldades com confrontos.” 

Multipessoal Blog

Blog oficial do Grupo Multipessoal, o blog sobre carreira, recursos humanos e emprego que eleva a sua carreira e o seu potencial.

Sem comentários:

Enviar um comentário