Multipessoal

A banda sonora para um trabalho produtivo


A banda sonora para um trabalho produtivo


Há muito que é sabido que a música tem benefícios a vários níveis, ou não existisse mesmo uma forma de tratamento conhecida como musicoterapia. Mas qual o impacto da música no local de trabalho? No Dia Europeu da Música, que se assinala neste dia 21 de junho, fomos à procura de respostas, dadas também elas pela ciência, que se tem debruçado sobre o tema. É da Universidade de Miami, que já realizou vários estudos, que vem a garantia de que ouvir música enquanto se trabalha aumenta a produtividade: não só os que têm por hábito fazê-lo terminam mais rapidamente as tarefas a seu cargo, como são os que apresentam as melhores ideias. Boas notícias para os adeptos da melodia, que assim conseguem ‘calar’ os que acusam a música de ladrão da concentração.

Mas atenção, é que nem todos os tipos de música produzem o mesmo efeito. A verdade é que há estilos que podem ter como resultado o oposto do desejado, estando tudo dependente da natureza do trabalho a realizar. Quando a tarefa é repetitiva e claramente definida à partida - realizar um copy-paste, responder a uma lista de emails, introduzir dados -, a música ajuda a tornar mais fácil o trabalho, sobretudo nos locais onde o ruído é tanto que o trabalhador até tem dificuldade em ouvir os seus próprios pensamentos.

No entanto, quando a concentração é um ingrediente essencial para a realização de uma qualquer tarefa, a música pode ser prejudicial, sobretudo se for do tipo ‘errado’. É para ajudar na melhor escolha que lhe deixamos em seguida uma pequena ‘playlist’.

  • Se estivermos a falar de uma tarefa matemática, que exija a realização de cálculos ou de um nível elevado de precisão, há um estudo que sugere que a música clássica (como a Sonata para Piano n.º 14, de Beethoven) deve ser a eleita.
  • Para os que estão habituados a trabalhar com equações, o ideal é a chamada música ambiente (como Harry & Hermione, de Nicholas Hooper).
  • A música usada em videojogos (Leaving Earth, de Clint Mansell) é sempre uma opção, até porque esta é escolhida pelos criadores deste tipo de divertimento exatamente por ser capaz de criar emoção no jogo, mas sem distrair os jogadores.
  • Para ajudar a aumentar a concentração, nada melhor do que se deixar conquistar pelos sons da natureza (Morning in the forest), que o levam numa viagem pelos sentidos.
  • Ideal para quem se sente enterrado em trabalho ou com os deadlines a chegar ao fim é a chamada música que nos faz sentir bem (Come on Eileen, dos Dexys Midnight Runners). E isto porque, cientificamente falando, a música é capaz de estimular a mesma parte do cérebro que os alimentos deliciosos ou qualquer outro prazer físico.

Multipessoal Blog

Blog oficial do Grupo Multipessoal, o blog sobre carreira, recursos humanos e emprego que eleva a sua carreira e o seu potencial.

Sem comentários:

Enviar um comentário