Multipessoal

Quer saber qual o melhor CV para a sua área? Nós damos uma ajuda


Quer saber qual o melhor CV para a sua área?
Nós damos uma ajuda. 

É o ponto de partida para a procura de emprego, mas um currículo é muito mais do que isso: é o que pode separar o candidato da posição desejada. Por isso, na altura de o fazer, importa parar, pensar e procurar o melhor modelo, escolher as melhores palavras e a tudo isto juntar um pouco de originalidade. Afinal, é aqui que se começa a desenhar uma boa primeira impressão, essencial para se passar à fase seguinte. 

Do CV cronológico, muito tradicional, que enumera os empregos e cargos anteriores, ao funcional (com enfoque nas competências), sem esquecer o mais arrojado (em forma de vídeo ou portefólio), CVs há muitos. Tantos, que escolher torna-se mesmo a tarefa mais complicada. É para ajudar nesta missão que servem as próximas dicas. 

Para os estreantes
Se está agora a começar a aventura da procura de emprego, o ideal é escolher um modelo capaz de evidenciar todas as suas qualificações e competências. Aqui, elas surgem em lugar de destaque, até porque a experiência ou história profissional é coisa que ainda não existe. Seja como for, o ideal é não depositar todas as esperanças nas boas notas conquistadas. É essencial encontrar uma forma de traduzir para a prática a teoria aprendida, mesmo que isso signifique mostrar coisas que fez na vida, que podem ser um bom cartão-de-visita para o que pode fazer profissionalmente.

Na prática, isso significa que o CV não deve ter mais do que duas páginas, deve usar um tipo de letra como Arial ou Times New Roman, ter um perfil com 30 a 40 palavras, que descreve quem é, as suas capacidades e o que o motiva, uma lista de qualificações, com dados sobre onde e o que estudou, os projetos em que participou, os interesses e hobbies e referências, caso existam.


Para os que decidem abraçar a mudança
A mudança faz parte da vida, sobretudo da profissional, onde é cada vez mais desatualizada a ideia de um emprego para a vida. Se é mudar de cargo que pretende, deve apostar num CV de projetos. E o que é que isto significa? Que o foco deve estar nas capacidades, nos conhecimentos e nas qualificações, mas acima de tudo na atitude. Como? Mostrando que é capaz de aplicar os conhecimentos que tem, fruto da experiência, que domina em funções diferentes, que consegue levar de vencida projetos distintos.


Para os freelancers e criativos
Se é como freelancer que trabalha, então o seu CV deve confirmar o grau de especialização que com toda a certeza tem. O ideal é um modelo que enfatize a sua experiência e mostre como os conhecimentos de que dispõe podem beneficiar a empresa, que ilustre como consegue fazer bem as coisas e dentro dos prazos. Se a sua área for mais criativa, acrescente uma vertente digital (um site, um canal de youtube, um blog) ou um vídeo.


Para os cargos de gestão e para os que vivem no mundo tecnológico
Se é executivo ou faz parte do management, saiba que o melhor CV é aquele capaz de salientar a experiência na supervisão e gestão, com factos concretos e exemplos das conquistas. Se a sua área for a tecnológica, sobressair no meio de uma multidão de CVs é uma tarefa ainda mais difícil, tendo em conta que este é um setor onde a competição é palavra de ordem. Especificar as competências, os programas em que é maior a proficiência e dar exemplos de resultados finais costuma ser uma receita vencedora.


Para os educadores e para os que nos tratam da saúde
As certificações são, para quem trabalha na área da educação, tão importantes como a experiência profissional, aos quais se juntam as ações de voluntariado. No caso dos profissionais de saúde, as competências técnicas são fundamentais, assim como a relação com os doentes e devem ambos merecer destaque no currículo. Enfermeiros, terapeutas e médicos especialistas devem incluir as certificações e licenças que tenham, assim como detalhar a experiência de trabalhos anteriores.

Multipessoal Blog

Blog oficial do Grupo Multipessoal, o blog sobre carreira, recursos humanos e emprego que eleva a sua carreira e o seu potencial.

Sem comentários:

Enviar um comentário