Multipessoal

Não sabe qual é o seu estilo de trabalho? Nós damos uma ajuda.


Não sabe qual é o seu estilo de trabalho? Nós damos uma ajuda.

Se, numa entrevista de emprego, lhe perguntarem qual é o seu estilo de trabalho, sabe responder? Provavelmente nunca pensou muito no assunto ou perdeu tempo a definir algo que, para a maioria das pessoas, é difícil de traduzir por palavras. Afinal, esta definição não é tão linear como, por exemplo, a do estilo de roupa que usamos. Não podemos simplesmente responder “casual”, “desportivo” ou “clássico”.

Primeiro, é preciso perceber o que é que isto significa. Aquilo que o recrutador pretende é saber como é que se vai inserir na cultura de trabalho existente e, para encontrar a resposta adequada à sua situação, deve procurar equacionar alguns aspetos. Como o facto de ser mais um ‘lobo solitário’ ou preferir trabalhar em grupo. E nada tema se, de facto, lhe for mais fácil trabalhar sozinho, o que não tem que ser necessariamente uma coisa negativa. Procure reforçar as suas capacidades individuais, sem no entanto perder de vista a valorização dada ao feedback de terceiros.

A forma como comunica é também importante nesta definição, assim como a relação que mantém com o chefe ou a forma como organiza os seus dias. Posto isto, vamos agora ao que motivou este post: os estilos de trabalho. Os especialistas definem quatro. São eles:

Os ‘fazedores’
Estes são profissionais habituados a executar, que aceitam de bom grado as tarefas e não descansam até conseguir a sua conclusão. São, por norma, pessoas muito focadas, concentradas e minuciosas. O lado negativo de tudo isto é que, por vezes, os ‘fazedores’ podem deixar a comunicação para segundo plano, tal é a dedicação e envolvimento com o que se encontram a fazer.

Os líderes
São aqueles que têm uma visão, que inspiram outros, que acreditam e que motivam quem os rodeia a acreditar. São aqueles a quem os restantes se habituaram a seguir, quase sem pensar. Mas também aqui há um aspeto menos bom, que é o facto de poderem ser incompreendidos e distantes de quem os rodeia.

Os ‘amantes’
Os trabalhadores que pertencem a este grupo são construtores de relacionamentos, são pessoas que acreditam que a união faz a força e que é em conjunto que se chega mais longe. São trabalhadores de equipa, sensíveis e empáticos, o que significa que podem nem sempre conseguir ser orientados para os detalhes ou focados no que interessa.

Os ‘aprendizes’
Este é o tipo de colega de trabalho que não se cansa de aprender, que investiga, que procura conhecer mais sobre os temas e deitar luz sobre os mais variados assuntos. São disciplinados e têm um pensamento mais estratégico do que a maioria daqueles que os rodeiam, mas não conseguem ir muito longe sem a ajuda de terceiros.

Multipessoal Blog

Blog oficial do Grupo Multipessoal, o blog sobre carreira, recursos humanos e emprego que eleva a sua carreira e o seu potencial.

Sem comentários:

Enviar um comentário