Multipessoal

Infeliz, insatisfeito, acomodado? Talvez esteja na hora de mudar de emprego


Infeliz, insatisfeito, acomodado? 
Talvez esteja na hora de mudar de emprego

Há quem goste da mudança, de experimentar coisas novas, conhecer gente diferente, abraçar outros desafios. Há depois aqueles que lhe resistem, fogem dela como se fosse o seu maior inimigo, evitam pensar no assunto. Mas há momentos em que, desejada ou não, a mudança é a única alternativa. A razão pode estar no chefe intragável, nos colegas tóxicos, nas tarefas repetitivas ou simplesmente no cansaço. Mas seja qual for, há sinais que deve levar a sério e que indicam que é hora de mudar de emprego. Afinal, quem não arrisca não petisca.

Um mau dia, muitos maus dias…
Dias maus todos temos. Mas quando estes começam a ser mais do que os bons é sinal de algo de errado se passa. Se pensarmos que a maior parte do nosso dia é passada no local de trabalho, percebemos a importância de nos sentirmos bem por lá. É que, caso contrário, isso significa que nos vamos sentir mal a maior parte dos nossos dias. Não quer com isto dizer que todos os dias tenham que ser de festa ou folia, mas quando é um dia bom que nos surpreende, isso pode mesmo significar que está na hora de repensar a vida.

Uma vida no emprego
Apesar da anunciada retoma, da revogação sucessiva das medidas de austeridade que os portugueses tão bem conheceram nos últimos anos e da subida dos números do emprego, a verdade é que o fantasma do desemprego continua a pairar sobre muitos. Mas será que vale mesmo a pena continuar agrilhoado a um trabalho que, apesar de lhe pagar um salário, não lhe deixa depois tempo para mais nada? A aposta na carreira é muito válida e a dedicação pode ser uma virtude, mas a vida não é só trabalho, ou pelo menos não devia ser. As 40 horas por semana nele passadas deveriam ser mais do que suficientes. Quanto ao resto, use e abuse para proveito próprio.

Trabalho = insónias
Se quando deita a cabeça na almofada para dormir, à noite, em vez de mergulhar no sono dos justos aquilo que lhe vem à cabeça é o trabalho, este é mais um sinal de que está na hora de mudar e de que a sua atividade profissional já está a interferir com o descanso - com certeza merecido - e com as horas de sono.

Trabalho como companhia constante
É verdade que hoje em dia é cada vez mais difícil ‘desligar’, que a consulta de e-mails não se compadece com o horário do escritório, que os smartphones nos mantêm em contacto com tudo e todos, a toda a hora. Mas quando o trabalho invade constantemente os momentos de lazer, quando as fronteiras do emprego ultrapassam as de casa, esse pode ser o sinal de que tem mesmo que pôr um travão à situação.

A marcar passo
Se não reconhecem o valor do seu trabalho e não lhe dão o crédito que acha que merece, e se o seu desejo é abraçar voos mais altos, então que tal a mudança? E voltando aqui a recorrer à sabedoria popular, até há males que podem mesmo vir por bem.

Multipessoal Blog

Blog oficial do Grupo Multipessoal, o blog sobre carreira, recursos humanos e emprego que eleva a sua carreira e o seu potencial.

Sem comentários:

Enviar um comentário