Multipessoal

Desligar do trabalho: para quem quer que o verão rime com diversão


Desligar do trabalho: para quem quer que o verão rime com diversão

Chegam as férias e com elas a promessa de deixar o trabalho onde devia, ou seja, no escritório. É quase como no ano novo, em que nos desdobramos em listas de resoluções que na maior parte das vezes ficam por cumprir. No verão, voltam a fazer-se listas, mas das coisas que não iremos fazer, como responder aos emails de trabalho, atender telefonemas que não sejam para desafiar para uma ida à praia e por aí fora. É verdade que o verão costuma rimar com diversão, mas para isso é preciso desligar do trabalho e gozar o merecido descanso.

E por vezes é bem mais fácil falar do que fazer. E se precisa de ser convencido, saiba que é a ciência que prova a importância das férias. Em 2012, um estudo liderado por uma especialista em psicologia das organizações, Sabine Sonnentag, da universidade alemã de Mannheim, revelou que o tempo de lazer funciona como um mecanismo importante que ajuda as pessoas a manterem-se enérgicas, concentradas e saudáveis para lidar com as exigências do trabalho.

É para quem não consegue que se destinam estes conselhos, que ajudam a ‘desligar’ por completo, para que o regresso seja mesmo como se quer: com as baterias completamente carregadas. Tudo começa com a luta contra o sentimento de culpa que, é certo, nem todos sentem, mas que ainda assim é partilhado por muitos. A ideia de ir de férias pode motivar este conflito emocional: de um lado o desejo de descansar longe das tarefas rotineiras; do outro o sentido de responsabilidade e profissionalismo que impede esse descanso. Se faz parte deste grupo, então o melhor que tem a fazer é pensar que, tal como o horário a cumprir, também as férias fazem parte do pacote que aceitou quando assinou o contrato.

Para os ‘agarrados’ às redes sociais, desligar do que fica no escritório não é tarefa fácil. Por isso, procure pelo menos menos não ficar ligado às que redes mais profissionais, aquelas que lhe vão, com toda a certeza, dar-lhe indicação do que se está a passar na sua ausência, para evitar pensar sobre o assunto. E pode ter a certeza que, se a sua ajuda for mesmo necessária, alguém do escritório vai por certo conseguir entrar em contacto consigo.
Se ir de férias for, para si, um motivo de stress, isso pode ser também sinal de quem tem outros problemas na vida. O melhor aqui é perguntar a si mesmo porque é que, afinal de contas, prefere ficar no escritório. Será porque não suporta estar com a pessoa com quem vai partilhar as férias? Por vezes basta resolver esta questão para que as férias voltem a ter o sabor e valor devido.

Outro conselho simples é relaxar e divertir-se, fazer aquilo que há muito integra a lista de coisas que gostava de fazer e nunca teve tempo. Estar ocupado a fazer o que mais gosta é a melhor forma de não pensar noutras coisas, como o trabalho.

Multipessoal Blog

Blog oficial do Grupo Multipessoal, o blog sobre carreira, recursos humanos e emprego que eleva a sua carreira e o seu potencial.

Sem comentários:

Enviar um comentário