Multipessoal

Para um CV mais soft


Para um CV mais soft

A esta altura a expressão soft skills já lhe deve ser familiar. Mas se não é, nós esclarecemos: todos nós, profissionais modernos, devemos ter dois conjuntos de competências para sermos eficazes, úteis para a organização onde desempenhamos funções e termos possibilidade de evoluir na carreira.

Devemos possuir hard skills, também conhecidas como competências técnicas, que consistem nos conhecimentos que adquirimos através da formação académica ou da experiência profissional. São a base da experiência profissional e do dia-a-dia. São essenciais mas já não chegam.
Hoje em dia, os recrutadores dão grande importância às soft skills, ou competências comportamentais. Aliás, existe a célebre frase as hard skills' garantem a entrevista, mas são as ‘soft skills' que garantem o emprego".
Podemos entender soft skills como um conjunto de atributos e/ou competências que promovem boas relações com as pessoas que o rodeiam e melhoram o desempenho profissional. Este tipo de skills costumam ser transversais às várias áreas de trabalho. As soft skills podem nascer connosco mas também podem e devem ser treinadas assim que tivermos consciência de que existem e que nos podem ser benéficas. Vejamos alguns exemplos das soft skills mais valorizadas atualmente:
1. Capacidade de trabalhar em equipa – Ninguém trabalha sozinho e a capacidade de se integrar em diversas formas de trabalhar, é uma grande vantagem;
2. Capacidade de adaptação a qualquer situação – Há situações em que nada corre como planeado e ser flexível é fundamental;
3. Boa gestão do tempo disponível de modo a executar uma tarefa, com qualidade, cumprindo prazos – Num mundo em que andamos sempre a correr, devemos ter a capacidade de saber dividir e gerir o nosso tempo de modo a sermos eficazes;
4. Capacidade de gerir e manter um bom relacionamento com colegas, chefias, clientes e fornecedores.
5. Capacidade de pensamento crítico e resolução de problemas – Quando entramos numa organização não deveremos ter a tentação de mudar tudo o que está estabelecido mas podermos ir, aos poucos, dando sugestões de pontos a melhorar. Mas, mais do que isso, devemos saber apresentar soluções e não problemas.

Na hora de escrever ou atualizar o seu CV deve dar destaque às hard skills. A sua formação e experiência são muito importantes para os recrutadores e essenciais para a função a cumprir. No entanto, as soft skills são tão valorizadas hoje em dia como as anteriores. Use o bom senso para não parecer “gabarolas” mas enumere as suas soft skills (não exagere, selecione as mais diferenciadoras) de forma descritiva e dando exemplos, se possível.
Na hora de ler um CV, isso fará toda a diferença para um recrutador. 


 

Multipessoal Blog

Blog oficial do Grupo Multipessoal, o blog sobre carreira, recursos humanos e emprego que eleva a sua carreira e o seu potencial.

Sem comentários:

Enviar um comentário